Tomaz Silva/Agência Brasil
Tomaz Silva/Agência Brasil

Crivella anuncia que manterá medidas de isolamento social no Rio

Decreto que limitava a atuação do comércio e o acesso de veículos e pessoas em alguns bairros tinha validade até esta terça

Marcio Dolzan, O Estado de S.Paulo

19 de maio de 2020 | 11h44

RIO - O prefeito do Rio, Marcelo Crivella (Republicanos), anunciou nesta terça-feira, 19, que irá prorrogar as medidas de confinamento na cidade em razão do novo coronavírus. O decreto que limitava a atuação do comércio em todo o município e o acesso de veículos e pessoas em alguns bairros tinha validade até esta terça, e será prorrogado.

“Ontem, em reunião com a comunidade científica, a Bia (Beatriz Busch, secretária municipal de Saúde) foi a primeira a falar. Foi determinado e está sendo publicado no Diário Oficial Extraordinário que as medidas de contenção permanecem por mais sete dias”, declarou o prefeito, durante evento de inauguração de um tomógrafo na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Cidade de Deus, favela da zona oeste.

As regras do novo decreto de isolamento social ainda não foram tornadas públicas. Caso decida simplesmente prorrogar o que fora determinado na semana passada, o Rio seguirá com a proibição do tráfego de pessoas e veículos em regiões centrais de alguns bairros das zonas norte e oeste, proibição de estacionamento junto à orla da zona sul e proibição de comércio nas favelas. Bares, lanchonetes e restaurantes da cidade só poderão funcionar em sistema de entrega, com as portas fechadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.