Dengue é 'maldição da urbanização' diz jornal suíço

Para 'Der Bund', globalização e aumento da mobilidade beneficiam propagação.

Da BBC Brasil, BBC

28 de março de 2008 | 06h50

A dengue tem se tornado cada vez mais letal graças à globalização, diz o jornal suíço Der Bund, que chama a doença de "maldição da urbanização".A "globalização e o conseqüente aumento na mobilidade de pessoas beneficia a propagação da doença pelo mundo e também o cruzamento das quatro variantes do vírus, o que tem tornado a dengue cada vez mais letal", diz o jornal.O jornal diz que a doença hoje é a mais transmitida por mosquitos nos mundo e que "a epidemia atual no Rio de Janeiro deixa isso bem claro: os mosquitos transmissores vivem no meio da cidade"."Ao contrário do mosquito da malária, o da dengue vive nas cidades. Para botar seus ovos, basta uma pequena quantidade de água, geralmente em poças, baldes, pneus ou outros recipientes em lixões". Esses "criadouros" de mosquitos são encontrados, segundo o jornal, "em particular nos bairros mais pobres, com fornecimento de água e tratamento de lixo precários"."Aumento notável"Especialistas ouvidos pelo diário dizem que "houve um notável aumento, nos últimos 30 anos, do espaço vital que o mosquito transmissor da dengue, o Aedis aegypti, necessita para sobreviver". "Toda semana recebemos relatos de cinco ou seis epidemias de dengue de algum canto do mundo", diz ao jornal Johannes Blum, especialistas do Instituto Tropical Suíço. Blum diz que o uso de inseticida, uma das medidas tomadas pelas autoridades no Rio para lidar com a epidemia, geralmente só é adotado "em caso de emergência, como em uma grande epidemia que não pode ser controlada de outro jeito".BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.