Na foto, garrafa pet com larvas de mosquitos que foram achadas em uma caçamba em São Paulo
Na foto, garrafa pet com larvas de mosquitos que foram achadas em uma caçamba em São Paulo

Dengue hemorrágica mata jovem em SP

Salto de Pirapora, no interior paulista, registra 568 casos da doença; Sumaré também confirmou a morte de uma mulher por dengue

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

28 Fevereiro 2015 | 11h19

SOROCABA - Laudo do Instituto Adolfo Lutz emitido na sexta-feira, 27, confirmou a dengue hemorrágica como causa da morte de uma jovem de 20 anos, em Salto de Pirapora, região de Sorocaba. O óbito, o primeiro registrado na cidade, ocorreu há uma semana e a causa vinha sendo investigada. O município, de 40,1 mil habitantes, tem 568 casos confirmados de dengue. No último dia 19, a prefeitura decretou estado de emergência em razão da epidemia da doença. 


Na sexta-feira foi confirmada também a primeira morte por dengue em Sumaré, na região de Campinas. O laudo foi emitido pelo Adolfo Lutz. A vítima, uma mulher, morava no Jardim Maria Antonio, uma das áreas com maior infestação do mosquito transmissor. A cidade tem 1.640 notificações para uma população de 236,5 mil habitantes. Com os novos casos, já são pelo menos 52 as mortes confirmadas ou sob investigação em decorrência da dengue no interior de São Paulo.

Mais conteúdo sobre:
Dengue

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.