Dengue leva Sorocaba-SP a decretar emergência

De acordo com prefeito, a medida visa permitir a compra de medicamentos sem a necessidade de licitação

José Maria Tomazela, Agência Estado

18 de fevereiro de 2013 | 20h01

SOROCABA - A prefeitura de Sorocaba (SP) decretou situação de emergência na cidade, no final da tarde desta segunda-feira, em razão do surto epidêmico de dengue que, na semana passada, causou a morte de um garoto de 13 anos.

De acordo com o prefeito Antonio Carlos Pannunzio (PSDB), a medida visa a permitir a compra de materiais e medicamentos sem a necessidade de licitação. "Estamos num surto de dengue, com forte probabilidade de termos uma epidemia de grandes proporções entre o final de março e início de abril", previu.

Até o último dia 15, tinham sido confirmados 132 casos este ano na cidade - no mesmo período do ano passado foram apenas três. Também ocorreu a primeira morte por dengue hemorrágica - a do menino de 13 anos. A prefeitura anunciou um plano de contingência contra a doença e pôs em prontidão a estrutura de suporte à Defesa Civil, que inclui Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, Polícia Militar e Tiro de Guerra. A estrutura hospitalar terá de seguir um protocolo para atendimento a pessoas com suspeita da doença. Uma lei municipal permite a entrada das equipes de controle em imóveis fechados, mediante arrombamento.

Tudo o que sabemos sobre:
dengueSorocabaemergência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.