Divulgação
Divulgação

Dengue mata 23 pessoas no Estado do Rio de Janeiro em 2015

Número de casos suspeitos aumenta 760% em relação a 2014 e soma 67.253; apesar dos índices, nenhum município tem epidemia

Fábio Grellet, O Estado de S. Paulo

29 Dezembro 2015 | 21h45

RIO - O número de mortes causadas pela dengue no Estado do Rio de Janeiro mais que dobrou em 2015, na comparação com 2014: foram 23 mortes neste ano contra 11 no ano passado. Já o número de casos suspeitos aumentou 760%, de 7.819 em 2014 para 67.253 neste ano. Apesar da evolução dos casos, nenhum município fluminense está sofrendo epidemia.

Os números foram divulgados nesta terça-feira, 29, pela Superintendência de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado de Saúde e engloba as 52 semanas epidemiológicas de 2015, que vão de 1º de janeiro até as 14 horas de 29 de dezembro de 2015.

Nenhuma das mortes ocorreu no município do Rio. Elas foram registradas em Barra Mansa (1), Campos dos Goytacazes (3), Itatiaia (1), Miracema (1), Paraty (2), Piraí (1), Porto Real (2), Petrópolis (1), Quatis (1), Resende (8), Duque de Caxias (1) e Volta Redonda (1).

As notificações foram compiladas pela Secretaria de Estado de Saúde a partir de dados inseridos no sistema pelos municípios de todo o Estado até as 14h desta terça-feira.

Para reduzir os impactos causados pela dengue, o governo do Estado realiza várias ações de prevenção. A pasta da Saúde implementou um prontuário eletrônico para auxiliar os profissionais de saúde do Estado no atendimento a pessoas com dengue. Após inserir os dados do paciente no sistema, o programa avalia os sintomas e indica qual o melhor tratamento a ser seguido, apontando até mesmo a eventual necessidade de internação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.