Mark Witton, University of Portsmouth
Mark Witton, University of Portsmouth

Descoberto fóssil de crocodilo com características de mamífero

Criaturas como o Pakasuchus eram abundantes no período de 110 milhões a 80 milhões de anos atrás

estadao.com.br,

04 de agosto de 2010 | 15h43

Fósseis de um antigo crocodilo com dentes semelhantes aos de um mamífero foram descobertos na Tanzânia, informam cientistas na edição desta semana da revista Nature. A criatura, de acordo com seus descobridores, pode mudar a imagem do que era a vida animal há 100 milhões de anos na região.

 

"Se você só olhasse para os dentes, não pensaria que se trata de um crocodilo. Pensaria que tipo estranho de mamífero ou de réptil semelhante a mamífero é este", disse, em nota, o líder do estudo,  Patrick O'Connor, anatomista da Faculdade de Medicina Osteopática da Universidade de Ohio. 

 

Os cientistas descrevem a nova espécie como um animal pequeno - "sua cabeça caberia na palma da mão" , disse O'Connor - e não tinha uma armadura tão pesada quanto os outros crocodilos, exceto ao longo da cauda. Outros aspectos de sua anatomia indicam que se tratava de uma criatura terrestre, que provavelmente se alimentava de insetos e pequenos animais.

 

Os molares da nova espécie, chamada Pakasuchus - fusão de uma palavra africana para "gato" com "crocodilo" em grego - tinham forma semelhante aos dentes dos mamíferos carnívoros.

 

O estudo do fóssil indica que criaturas como o Pakasuchus eram abundantes no período de 110 milhões a 80 milhões de anos atrás. Com base em outros fósseis encontrados na mesma região, o pequeno crocodilo vivia junto de grandes dinossauros, outros tipos de crocodilo, tartarugas e várias espécies de peixe.

Tudo o que sabemos sobre:
evoluçãofóssildinossaurocrocodilo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.