REUTERS/Kate Munsch
REUTERS/Kate Munsch

Desembarque de cruzeiro canadense em Pernambuco é suspenso por suspeita de coronavírus

Anvisa avaliará as condições sanitárias do navio, que transporta 600 pessoas. Um passageiro chegou a desembarcar para atendimento médico após suspeita de infarto

Mateus Vargas , O Estado de S.Paulo

12 de março de 2020 | 23h37

BRASÍLIA - A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou nesta quinta-feira, 12, que o desembarque em Pernambuco de um navio de cruzeiro com 600 passageiros, todos estrangeiros, foi suspenso por suspeita de novo coronavírus. Um passageiro chegou a desembarcar para atendimento médico com uma suspeita de infarto.

"Após o desembarque do passageiro a equipe de atendimento local apontou a suspeita de coronavírus no viajante", diz a Anvisa. "Dessa forma todos os 600 passageiros e tripulantes foram orientados a retomar para o navio."

A equipe da Anvisa subiu a bordo para avaliar as condições sanitárias do navio. "O desembarque de passageiros e tripulação está suspenso até que os resultados laboratoriais do viajante confirmem ou descartem a suspeita. Somente com essa informação serão dadas novas orientações para a continuidade da viagem da embarcação", diz a agência.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.