Desnutrição cai 62% entre menores de 5 anos, diz ministério

Segundo dados do Ministério da Saúde, foram registradas 2.913 mortes em 2003, contra 1.410 em 2008

Agência Estado

21 Junho 2010 | 20h28

SÃO PAULO - As mortes por diarreia aguda de crianças com menos de 5 anos caíram pela metade no País entre 2003 e 2008. Segundo dados do Ministério da Saúde, foram registradas 2.913 mortes em 2003 e 1.410 em 2008.

 

"O combate à desnutrição de crianças é imprescindível tanto para erradicar a fome quanto para diminuir a mortalidade infantil", avalia Ana Beatriz Vasconcelos, coordenadora de Alimentação e Nutrição do ministério.

 

O aumento da cobertura do Programa Saúde da Família é apontado pelo governo federal como um dos principais motivos para a redução da subnutrição infantil. Números do Sistema Único de Saúde (SUS) indicam que a desnutrição em crianças menores de 5 anos caiu 62% de 2003 para 2008.

 

Nas Regiões Norte e Nordeste, que têm os maiores porcentuais de desnutrição infantil, foi registrada a queda mais acentuada. Em 2008, as taxas nessas regiões ficaram entre 5% e 8%.

 

De acordo com o ministério, equipes do Programa Saúde da Família acompanhavam 31,3% dos habitantes da Região Norte (4,2 milhões de pessoas) em 2003 e 50,8% (7,7 milhões) em 2010. No Nordeste, a cobertura passou de 50,5% (24,6 milhões) para 71,6% (38 milhões) no mesmo período. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Mais conteúdo sobre:
desnutrição Ministério da Saúde SUS

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.