Timothy D. Easley / AFP
Timothy D. Easley / AFP

DF suspende uso de 40 mil doses da Janssen após vacina chegar congelada; ministério libera aplicar

Secretaria de Saúde do DF acionou o Ministério da Saúde e disse que a orientação federal foi 'deixar toda a carga em quarentena'; motivo do problema não foi esclarecido

Idiana Tomazelli e Vinícius Valfré, O Estado de S.Paulo

03 de julho de 2021 | 15h20
Atualizado 04 de julho de 2021 | 14h18

BRASÍLIA - O Distrito Federal suspendeu o uso de 40,1 mil doses da vacina contra a covid-19 da Janssen recebidas neste sábado, 3, depois de constatar que estavam congeladas e fora da temperatura adequada de armazenamento, que é de 2°C. Após ser acionado, o Ministério da Saúde informou ter constatado que os imunizantes não estragaram, são seguros e podem ser aplicados normalmente.

A pasta disse ainda que o governo regional reportou apenas 2.880 doses fora da temperatura adequada. Questionada sobre a diferença, a Secretaria de Saúde do Distrito Federal informou que, no recebimento, todas as 40,1 mil doses estavam com "temperatura fora da faixa recomendada pela fabricante".

"No momento da avaliação por parte do farmacêutico que acompanha a entrega, que foi após a aferição feita pelos técnicos da Rede de Frio Central, três das cinco caixas que armazenavam os imunizantes já estavam com a temperatura estabilizada em 2ºC. Os técnicos da Rede de Frio consideraram a temperatura avaliada durante a primeira aferição", frisou, em nota.

O carregamento foi vistoriado e aprovado pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS). A conclusão foi a de que a temperatura não influenciou a qualidade dos imunizantes.

Procurado sobre quando e como aplicará as doses vistoriadas e sobre o porquê de ter informado inicialmente que todo o carregamento da Janssen estava congelado, o governo do Distrito Federal ainda não se manifestou. A Secretaria de Saúde havia informado o ministério sobre a situação. A orientação inicial recebida do órgão federal era para "deixar toda a carga das vacinas em quarentena". 

A vacina da Janssen é a única dos imunizantes contra covid-19 que requer aplicação de apenas uma dose, o que significa que o lote viabilizaria a imunização completa de 40 mil pessoas. As demais vacinas que estão sendo usadas requerem duas doses aplicadas.

A vacinação no Distrito Federal tem enfrentado críticas da população e de especialistas porque o governo de Ibaneis Rocha (MDB) havia estabelecido uma série de prioridades por categorias profissionais, atendendo a pedidos de sindicatos.

Na última semana, o governo distrital reviu a estratégia e passou a liberar os agendamentos apenas de acordo com a idade dos cidadãos. Neste sábado, foi aberto o agendamento para pessoas a partir de 44 anos se vacinarem contra a covid-19. Veja aqui o calendário de vacinação em 20 cidades brasileiras.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.