Dieta baixa em calorias pode melhorar sintomas da apneia do sono, diz estudo

Entre 60% e um 70% das pessoas que sofrem de apneia do sono são obesas ou estão acima do peso

Efe

02 Junho 2011 | 08h53

LONDRES - Uma dieta baixa em calorias que ajude a perder peso poderia beneficiar as pessoas que sofrem de apneia do sono, que afeta particularmente a população obesa ou que está acima do peso.

 

Esta é a conclusão à qual chegaram os especialistas Kari Johansson e um grupo de pesquisadores do Instituto Karolinska de Estocolmo (Suécia), segundo um estudo publicado nesta quarta-feira no site da revista British Medical Journal (BMJ).

 

A apneia é uma doença comum que consiste em pausas anormais na respiração durante o sono, por isso que as pessoas que sofrem com ela não se sentem descansadas mesmo após terem dormido uma noite inteira.

 

Esta patologia está relacionada com uma pior qualidade de vida, uma maior probabilidade de sofrer acidentes e um aumento do risco de morte prematura.

 

Entre 60% e um 70% das pessoas que sofrem de apneia do sono são obesas ou estão acima do peso e alguns estudos demonstraram que uma dieta baixa em calorias pode melhorar a situação.

 

Os especialistas do Instituto Karolinska acompanharam durante um ano a evolução de 63 homens com idades compreendidas entre 30 e 65 anos e um índice de massa corporal (IMC) de entre 30% e 40% (o IMC normal varia de 18,5% a 24,99%).

 

Destes 63 pacientes, 58 seguiram uma dieta saudável e baixa em calorias e participaram de um programa de orientação no qual recebiam conselhos para manter o peso alcançado, além de informação sobre nutrição e a prática de atividades físicas.

 

As pessoas que perderam peso após nove semanas e conseguiram mantê-lo ao longo de um ano, sentiram efeitos positivos nos sintomas da apneia.

 

Segundo os especialistas, 48% dos pacientes passaram a não precisar mais da máscara para respirar que habitualmente utilizam, enquanto 10% deixaram de apresentar os sintomas da apneia.

 

Os especialistas também comprovaram que, quanto maior a perda de peso, maior a melhora dos sintomas.

 

Veja também:

link Estudo 'inocenta' dieta da carne

Mais conteúdo sobre:
apneia do sono dieta

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.