Dieta balanceada na gravidez ajuda a prevenir doenças do bebê

Segundo pesquisa, dieta Mediterrânea, rica em verduras e frutas, seria a mais indicada

15 de janeiro de 2008 | 15h03

Segundo pesquisa organizada por uma equipe da Universidade de Creta e divulgada recentemente, mulheres grávidas que adotam a dieta Mediterrânea, rica em frutas e vegetais, podem ajudar seus filhos a se protegerem de asma e outras alergias.   A equipe acompanhou 468 mulheres desde o sexto mês de gestação até seis meses após o parto.   O estudo provou que a asma e outras alergias são mais raras em crianças cujas mães se alimentam de vegetais, frutas, cereais e peixe durante os meses de gestação.   A pesquisa também provou que ingerir grandes quantidades (mais de 3 vezes por semana) de carne vermelha durante a gravidez poderia aumentar as chances de o bebê desenvolver uma dessas alergias.   Um dos pontos importantes do estudo é mostrar que, diferente do que diziam antigos estudos da mesma equipe, a dieta durante a gravidez é mais importante e eficiente do que a alimentação que o bebê assumirá após o parto.   Nutrientes importantes   Pesquisadores disseram que a dieta Mediterrânea tende a ser mais equilibrada e repleta de alimentos que contêm vitaminas e minerais indispensáveis à saúde.   Em particular, este tipo de alimentação apresenta grande quantidade de antioxidantes, que ajudam na formação dos tecidos, incluindo os dos pulmões.   O ácido graxos dos peixes colaboram para evitar possíveis danos por inflamações.   Mas os especialistas avisam: "É necessário estudos mais aprofundados para entender melhor como funciona este mecanismo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.