Distribuídas em Taiwan fermento chinês com melamina

Cerca de 200 toneladas das 469 importadas já foram vendidas para padarias; importação é proibida

Efe,

20 de outubro de 2008 | 03h18

O departamento de Saúde de Taiwan admitiu nesta segunda-feira, 20, que foram distribuídas centenas de toneladas de fermento chinês contaminado com melamina na ilha. A empresa local Sesoda Corporation importou 469 toneladas de bicarbonato de amônia procedente de duas empresas chinesas, das quais já foram vendidas cerca de 200 toneladas para padarias. Os exames de laboratório do departamento encontraram de 70 a 300 partes por milhão de melamina no bicarbonato de amônia importado da China. Este departamento proibiu a importação de bicarbonato de amônia chinês até que o presente caso seja esclarecido e sejam tomadas medidas mais estritas de revisão. Este caso é mais um da série de importações de produtos lácteos e de proteínas vegetais chinesas contaminadas com melamina, que levaram à retirada das lojas de produtos de empresas famosas como Nestlé, King Car e Julies.

Tudo o que sabemos sobre:
melaminaTaiwanChinaleite adulterado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.