DIDA SAMPAIO/ESTADAO
DIDA SAMPAIO/ESTADAO

Distrito Federal proibirá atividades não essenciais das 20h às 5h a partir de segunda-feira

Medida de restrição para conter alta de casos de covid-19 terá duração mínima de 14 dias; segundo o governador Ibaneis Rocha, taxa de ocupação de leitos já está em 92% no DF

BRASÍLIA, O Estado de S.Paulo

26 de fevereiro de 2021 | 10h50

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, decidiu proibir atividades consideradas não essenciais das 20h às 5h a partir de segunda-feira, 1º. A medida para conter a alta de casos de covid-19 terá duração mínima de 14 dias.

"Atendendo a recomendação dos técnicos da @secsaudedf, vou decretar lockdown de 20h às 05h da manhã a partir de segunda-feira. Queria muito evitar essa decisão, mas não temos outra opção a não ser tomar medidas mais fortes. Nossa taxa de ocupação dos leitos já está em 92%", publicou o governador no Twitter.

Ibaneis afirmou que se encontrou com prefeitos e secretários de saúde nessa quinta-feira, 25, e que não há necessidade de fechar divisas com o entorno. 

Nesta quinta, o DF registrou mais 14 mortes por coronavírus, e o total de óbitos chegou a 4.805. O número de casos confirmados está em 293.782 desde o início da pandemia. Ainda não há confirmação de infecções na capital por variante.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.