Doação de órgãos em SP aumentou 63% no 1º semestre

O aumento das doações, de acordo com a secretaria, é fruto de aprimoramento na captação

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

20 Julho 2009 | 11h28

Um levantamento da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo revelou que as doações de órgãos cresceram 63,7% nos primeiros seis meses do ano. Segundo o balanço, foram registradas pela Central de Transplantes 352 doações no primeiro semestre de 2009, contra 215 no mesmo período do ano passado. O número de transplantes também cresceu, 54,3% no primeiro semestre em comparação com os seis meses iniciais do ano passado, informou a pasta.

O aumento das doações, de acordo com a secretaria, é fruto de aprimoramento na captação e da implantação de projeto de coordenadores internos de transplantes em 31 hospitais estaduais. Neste ano, de janeiro a junho, houve no Estado 55 cirurgias de coração, 60 de pâncreas, 560 de rim, 295 de fígado e 13 de pulmão. Já no primeiro semestre de 2008 foram contabilizados 36 transplantes de coração, 47 de pâncreas, 344 de rim, 189 de fígado e 13 de pulmão.

Mais conteúdo sobre:
saúde doação de órgãos SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.