Amanda Perobelli/Estadão
Amanda Perobelli/Estadão

Dois estudantes da PUC-SP têm diagnóstico confirmado de coronavírus

Universidade disse que eles não frequentam o local desde o dia 4 de março. Seguindo orientações das autoridades, instituição seguirá funcionando normalmente

Redação, O Estado de S.Paulo

11 de março de 2020 | 20h44

SÃO PAULO - A Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) informou nesta quarta-feira, 11, que dois estudantes testaram positivo para o novo coronavírus. A instituição disse que eles não frequentam a universidade desde o dia 4 de março e vêm sendo acompanhados e monitorados pela Vigilância Sanitária em Saúde de São Paulo. O País tem 69 casos confirmados

Em nota, a Reitoria disse manter contato sistemático com a Vigilância Sanitária, "que hoje manteve a recomendação de normalidade das atividades na universidade". "Além disso, reiterou a necessidade de se observar cuidadosamente as medidas de prevenção do contágio indicadas pelas autoridades de saúde brasileiras, conforme já divulgado pela PUC-SP no dia 2 de março", declarou a PUC.

Para Entender

Coronavírus: veja o que já se sabe sobre a doença

Doença está deixando vítimas na Ásia e já foi diagnosticada em outros continentes; Organização Mundial da Saúde está em alerta para evitar epidemia

Ao contrário de outras instituições que tiveram casos confirmados, a PUC reforçou que continua funcionando normalmente. "Qualquer mudança nessa condição, assim como novas informações, serão, imediatamente, divulgadas a toda a comunidade universitária. Evite boatos." A Reitoria pediu ainda que novos casos de coronavírus sejam informados imediatamente por meio do telefone 11 3670-8196. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.