Dois fabricantes oferecem preços mais baixos para quem trocar próteses PIP

Preços oferecidos variam entre 300 euros e 350 euros contra os habituais 500 euros ou 600 euros

Efe,

12 de janeiro de 2012 | 12h16

 Dois fabricantes franceses de silicone usados em implantes decidiram oferecer seus produtos a preços mais baixos às mulheres que adquiriram as próteses com defeito da marca PIP e que desejam trocá-las, informou o jornal "L'Express".

Os preços oferecidos por um par de próteses pelas duas companhias variam entre 300 euros e 350 euros. Os valores habituais ficam entre 500 euros e 600 euros.

No total, aproximadamente entre 400 mil e 500 mil mulheres no mundo colocaram os implantes defeituosos, nos quais foi utilizado um gel industrial, que pode causar danos à saúde, ao invés do silicone.

O governo francês recomendou que as mulheres francesas retirassem as próteses e se comprometeu a pagar por isso. A colocação de novos implantes, no entanto, só será financiada por motivos de saúde, e não estéticos.

Tudo o que sabemos sobre:
prótesesPIPimplantesseios

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.