Dominar pandemia de gripe pode levar um ano, diz OMS

O H1N1 já se espalhou por mais de 200 países, deixando quase 12 mil mortes confirmadas por exames

REUTERS

29 Dezembro 2009 | 08h56

A pandemia da gripe H1N1 talvez só seja dominada em 2011, disse a diretora-geral da Organização Mundial da Saúde, Margaret Chan, em entrevista publicada nesta terça-feira pelo jornal suíço Le Temps.

  "Acho que devemos continuar prudentes e observar a evolução da pandemia ao longo dos próximos 6 a 12 meses antes de cantar vitória. É cedo demais para dizer que passamos do auge da pandemia de gripe em escala mundial. O inverno (boreal) ainda é longo", disse ela.

Chan disse também que o mundo ainda não está preparado para combater uma eventual pandemia do vírus H5N1, da gripe aviária. Ela enfrentou surtos dessa doença, mais letal que a gripe suína, quando era secretária de Saúde de Hong Kong.

"Digo sem hesitação: não estamos nada preparados. Realmente espero que o mundo jamais tenha de enfrentar uma pandemia de gripe aviária", afirmou.

O H1N1 já se espalhou por mais de 200 países, deixando quase 12 mil mortes confirmadas por exames de laboratório. Chan disse, no entanto, que provavelmente vai levar dois anos para que se possa estabelecer o número real de vítimas fatais.

(Reportagem de Stephanie Nebehay)

Mais conteúdo sobre:
GRIPE OMS CONTROLE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.