Droga feita com animal transgênico deve ser aprovada

Medicamento anticoagulante feito de leite de cabra seria o primeiro do tipo a ser aprovado nos EUA

AP,

07 de janeiro de 2009 | 16h32

Uma droga anticoagulante feita de leite de cabra geneticamente modificada está chegando perto da aprovação do governo norte-americano para uso em humanos.  Uma avaliação da Food and Drug Administration (FDA) liberada nesta quarta-feira, 7, disse que o medicamento funciona e que sua segurança é aceitável.  Chamada de Atryn, a droga deve ajudar pessoas com uma doença hereditária rara que as torna vulneráveis a coágulos sanguíneos.  Sua aprovação seria um grande passo em direção a novos tipos de medicamentos feitos não de produtos químicos, mas de organismos vivos geneticamente modificados. Drogas similares podem estar disponíveis nos próximos anos para uma série de doenças humanas, incluindo a hemofilia. O Atryn é feito pela GTC Biotherapeutics.

Tudo o que sabemos sobre:
saúde

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.