E. Coli mata mais uma pessoa na Alemanha

Número de mortos chega a 40, sendo 39 delas na Alemanha e uma na Suécia

AP com informações da Efe

20 Junho 2011 | 14h17

BERLIM - O número de mortos pela bactéria E. Coli na Europa aumentou nesta segunda-feira para 40, mas o número de novos casos continua a diminuir, informou o Centro de Controle de Doenças da Alemanha. O país registra 39 mortes em decorrência da infecção, a Suécia teve uma morte no início do surto.

Veja também:

forum Especialista: 'Ainda não se sabe por que essa cepa prefere adultos jovens'

video Saiba como se prevenir contra a bactéria E. coli

especial Saiba mais sobre causas e prevenção da infecção intestinal na Alemanha

O Instituto Robert Kock informou nesta segunda-feira que 3.494 pessoas foram infectadas na Alemanha, entre elas, 810 pessoas apresentaram sérias complicações que poderiam levar à insuficiência renal.

A Organização Mundial da Saúde disse que o caso mais recente de diarreia de um paciente infectado com E. Coli foi registrado em 1º de junho. Cerca de 109 casos foram reportados em outros países da Europa, Estados Unidos e Canadá.

A fonte da bactéria foi encontrada em uma fazenda no norte da Alemanha

Produtos redimidos

Uma enquete realizada instituto Emnid mostrou que 58% dos alemães já voltaram a consumir pepino, alface e tomate. O governo alemão tinha soltado um alerta sobre o consumo destes produtos crus antes de identificar a fonte do surto de E. Coli. O alerta agora está suspenso.

Em uma enquete anterior, feita há pouco mais de uma semana, mostrou que até então 58% da população preferiam não consumir os alimentos suspeitos.

Mais conteúdo sobre:
bactéria E. coli

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.