É comum a calvície em mulheres? Como evitá-la?

A queda capilar pode acontecer por diversos motivos. Nas mulheres, costuma ser comum após dietas muito rigorosas, uso de alguns medicamentos, estresse, durante o período de pós-parto e em função de alterações no metabolismo de certos hormônios. Dentre as quedas capilares mais importantes estão as que envolvem alterações hormonais, já que todos os outros tipos de queda capilares citados costumam ser autolimitadas e a recuperação capilar pode ocorrer depois de algum tempo ou quando se tira o fator causal. A queda capilar hormonal é mais difícil de ser controlada, e exige, em alguns casos, tratamento de maior duração. A mais comum é a alopecia androgenética que costuma acometer principalmente a região superior do couro cabeludo das mulheres, promovendo rarefação difusa dos cabelos. Uma boa avaliação médica através da história do problema, exame físico e até mesmo exames complementares são de grande valia na compreensão do motivo da queda. Sugere-se às mulheres que passam por este problema que não percam tempo ao notarem qualquer rarefação no couro cabeludo ou aumento da queda capilar, procurando um especialista em dermatologia ou tricologia que possa ajudá-las na busca pela melhor solução. (*) Dermatologista e presidente do Grupo de Apoio e Pesquisa em Calvície (GAPCA). Autor do Livro: "Socorro, estou ficando careca" - Editora MG. E-mail: ademirjr@ademirjr com.br .

Agencia Estado,

17 de julho de 2006 | 12h04

Tudo o que sabemos sobre:
artigos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.