Egito pode ter primeira morte por gripe aviária

Testes preliminares indicaram que uma mulher egípcia de 35 anos morreu ontem infectada pela gripe aviária. Ela era da região de Qalyoub, no norte de Cairo, e criava aves em casa. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), se os resultados se comprovarem, será a primeira vítima da doença no país. Em Israel, quatro casos suspeitos deram negativo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.