Egito registra mais dois casos de gripe aviária em humanos

Duas meninas foram infectadas pela gripe aviária, aumentando para oito o número de casos em humanos no Egito, afirmou o Ministério da Saúde ontem. As duas irmãs, uma de 18 meses e outra de seis anos, são da província de Kafr el-Sheik, no norte do país, onde a contaminação de outra pessoa foi anunciada na semana passada, de acordo com o porta-voz do ministério, Abdul Rahman Shahin. A mãe das meninas cria frangos, mas todas suas aves morreram do vírus. Ela identificou os sintomas da doença em suas filhas no sábado, levando-as para o hospital, disse Shahin, de acordo com a agência oficial de notícias MENA. Houve confirmação de que oito pessoas foram infectadas pelo vírus mortal H5N1 desde o início de março. Dois destes casos - duas mulheres de cerca de 30 anos - foram fatais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.