Egito registra primeiro caso suspeito de infecção por 'E.coli' em turista

Turista foi retido pelas autoridades da cidade de Hurgada

Efe

07 Junho 2011 | 18h00

Cairo - O primeiro caso suspeito no Egito de infecção pela bactéria "E.coli" foi detectado em um turista alemão, informou a agência de notícias estatal "Mena".

A agência, que citou o diretor de Saúde da cidade turística de Hurgada, Osama Abdel Azim, explicou que as autoridades determinaram a retenção de um turista alemão de 32 anos por suspeitarem que ele está infectado com a bactéria.

Abdel Azim destacou que "no caso do cidadão alemão ainda não está confirmada a infecção por essa bactéria, embora ele apresente os sintomas" comuns do contágio.

Mais conteúdo sobre:
bactéria infecção E. coli

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.