Em clima descontraído, Obama conversa com equipes da ISS e do Discovery

Bate-papo com o presidente dos Estados Unidos durou cerca de seis minutos

Estadão.com.br com EFE,

03 Março 2011 | 19h12

 

SÃO PAULO - Pouco após às 19 horas desta quinta, 3, o presidente norte-americano Barack Obama conversou com a equipe da Estação Espacial Internacional (ISS) e do ônibus espacial Discovery, que partiu recentemente para a sua última missão no espaço.

Veja também:

link Astronautas do Discovery realizam 2ª e última caminhada espacial

link Nasa prorroga retorno do ônibus espacial Discovery

Durante a transmissão, que durou cerca de seis minutos e pode ser assistida pelo site da Nasa, Obama disse estar "orgulhoso" dos tripulantes e os elogiou dizendo que a dedicação e competência com que realizam suas funções são exemplos para as pessoas.

E houve tempo uma brincadeira. Quando Obama soube que robô humanoide Robonault ainda não tinha sido desempacotado pela equipe, ele deu risada. "É uma pena. Vamos lá gente, desempacotem o "cara". No mesmo clima descontraído, o comandante Steve Lindsey respondeu que às vezes eles ouvem gritos de "Me soltem", mas que não têm certeza de que seja o robô.

Obama aproveitou a conversa para salientar a importância do programa e do ônibus espacial, que será "aposentado" quando retornar à Terra na próxima semana. "Vocês fazem parte da história no espaço", disse o presidente.

 

Elevação da órbita

A órbita média da Estação Espacial Internacional (ISS) foi elevada nesta quinta-feira em 1,75 quilômetros com ajuda dos propulsores da nave americana Discovery, informou o Centro de Controle de Voos Espaciais (CCVE) da Rússia.

Os motores, que foram conectados às 17h03 no horário de Moscou (11h03 de Brasília), "funcionaram durante 26 minutos e, como resultado, a órbita média da ISS foi elevada em 1,75 quilômetros, para 352,8 quilômetros", detalhou um porta-voz do CCVE, citado pela agência oficial Itar-Tass.

A anterior elevação da órbita, em 0,9 quilômetro, ocorreu em 25 de fevereiro com ajuda dos propulsores do segundo cargueiro europeu da série ATV, o Johannes Kepler, acoplado à ISS um dia antes.

O Discovery foi conectado à plataforma orbital com seis tripulantes a bordo na sexta-feira e permanecerá encostado ao laboratório espacial até o próximo domingo.

A atual tripulação permanente da ISS é formada pelos cosmonautas russos Aleksandr Kaleri, Oleg Skripochka e Dmitri Kondratiev, os americanos Scott Kelly e Catherine Coleman e o italiano Paolo Nespoli.

Mais conteúdo sobre:
DiscoveryISS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.