Hélvio Romero/Estadão
Hélvio Romero/Estadão

Em meio a crise e corte de repasses da Saúde, Hospital São Paulo receberá R$ 10,8 mi do MEC

Verba será utilizada para custear tanto o atendimento à população quanto as atividades de pesquisa e ensino

Fabiana Cambricoli, O Estado de S.Paulo

16 de agosto de 2017 | 17h15

SÃO PAULO - O Ministério da Educação (MEC) anunciou nesta terça-feira, 16, o repasse de R$ 10,8 milhões extras ao Hospital São Paulo, unidade vinculada à Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) que passa por grave crise financeira. A falta de recursos para a compra de materiais e insumos fez o hospital determinar, em abril, a suspensão das internações eletivas (não urgentes).

Segundo nota do MEC, a medida vai garantir recursos "tanto para o atendimento à população no próprio hospital quanto para a continuidade dos programas de ensino e pesquisa da área da saúde da universidade, na graduação e pós-graduação, bem como as atividades de residência médica e multiprofissional".

Pouco depois de anunciar a suspensão das internações eletivas, o conselho gestor do hospital havia solicitado ao governo federal um incremento de R$ 18 milhões no repasse anual para equacionar as contas. O pedido, no entanto, não foi atendido e a unidade ainda sofreu o corte da verba do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), de valor variável, mas que, no ano passado, foi de cerca de R$ 40 milhões.

Segundo o MEC, desde o início do ano, a pasta já repassou R$ 4,8 bilhões em recursos financeiros para as instituições federais de ensino, incluindo as transferências para os hospitais universitários.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.