Em Taiwan, equipamento detecta gripe suína em 6 horas

Com ele, doença é detectada em um único passo; tecnologia será transferida para indústrias locais

Efe,

02 Maio 2009 | 04h37

Taiwan desenvolveu um equipamento para a detecção, em seis horas, do vírus da gripe suína, anunciou o Centro de Controle de Controle Doenças (CCE) da ilha.

 

Veja também:

especial Mapa: veja como a gripe está se espalhando

especialEntenda a gripe suína: perguntas e respostas 

video Infectologista esclarece cuidados que serão tomados 

mais imagens Veja galeria de fotos da gripe suína pelo mundo   

som 'Meios de transportes facilitam a propagação'

documento Folheto oficial do Ministério da Saúde 

 

O subdiretor-geral do CCE, Shih Wen-yi, mostrou o uso do equipamento em um laboratório de Taipé, e explicou que pode detectar o vírus em um único passo.

 

"Os equipamentos de detecção atuais precisam de três passos para constatar o vírus AH1N1, mas o que desenvolvemos faz o mesmo em um único", disse Shih em coletiva de imprensa.

 

Depois que um paciente tiver a doença constatada no exame com o novo equipamento taiuanês, é feito o isolamento do vírus e um teste com anticorpos para obter um diagnóstico mais exato, explicou Shih.

 

O CCE transferirá a tecnologia relativa ao novo aparelho às indústrias locais, para que se produza mais rapidamente.

 

Taiwan está em alerta perante a gripe, que já causou mortes no México e nos Estados Unidos, e que se alastrou por vários países.

Mais conteúdo sobre:
gripe suína

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.