Reprodução/BBC
Reprodução/BBC

Encontrado maior crânio de dinossauro da Europa

Fósseis do Turiasaurus riodevensis foram achados na Espanha; animal tinha 30 metros de comprimento

Efe

03 de abril de 2012 | 11h21

A Fundação Dinópolis de Teruel, um instituto de paleontologia da Espanha, apresentaram nesta terça-feira, 3, o fóssil do maior crânio de dinossauro encontrado na Europa. Os ossos pertencem ao Turiasaurus riodevensis, um saurópode que viveu há 145 milhões de anos, tinha mais de 30 metros de comprimento e pesava 40 toneladas.

 

Os restos fósseis, mais de 24 ossos cranianos e sete dentes, apresentados pelo Laboratório de Paleontologia da fundação, foram encontrados durante escavações em 2005 em Riodeva - daí o nome científico do réptil.

 

De acordo com os pesquisadores, os crânios deste tipo de dinossauro "raramente se conservam" porque são extremamente frágeis - quatro de cada cinco saurópodes foram encontrados sem crânio. Ainda assim, os restos forneceram informações para descobrir e reproduzir 70% do osso completo depois de anos de análise.

 

O Turiasaurus riodevensis é agora o dinossauro "mais completo da Península Ibérica" agora que seus ossos cranianos foram encontrados, dizem os paleontólogos, que publicaram a descoberta no Journal of Systematic Paleontology (Jornal de Paleontologia Sistemática, em português).

 

Os restos indicam que se tratava de um animal herbívoro, com um crânio de 78 centímetros, e supõem uma nova reconstituição do esqueleto desse animal, do qual já obtiveram 55%. Os primeiros fósseis dele foram encontrados em 2003.

 

Entre os saurópodes gigantes encontrados até agora estão o Argentinosaurus (América do Sul), o Seismosaurus (América do Norte), o Mamenchisaurus (Ásia), o Giraffatitan e o Paralititan (África). Além do Turiasaurus, apenas o Mamenchisaurus e o Giraffatitan tiveram seus crânios encontrados.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.