Endeavour não partirá antes de 72 horas, diz Nasa

Adiamento ocorreu por problema em aquecedores da unidade de potência auxiliar

EFE,

29 Abril 2011 | 17h09

Washington, 29 abr - A nave Endeavour não partirá antes de 72 horas devido a um problema técnico, segundo anunciou nesta sexta-feira o diretor de Lançamentos da Nasa (agência espacial americana), Mike Leinbach.

Veja também:

link Nasa anuncia destinos de ônibus espaciais 'aposentados' 

link Nasa seleciona 4 empresas para desenvolver transporte espacial

link Columbia marca 30 anos do programa de ônibus espaciais da Nasa

especialTudo sobre a Estação Espacial Internacional

video  Faça um tour pela ISS

blog Os astronautas da ISS no Twitter

A decolagem estava prevista para as 16h47 (horário de Brasília), mas uma falha em dois dos aquecedores da unidade de potência auxiliar (APU, na sigla em inglês) 1, cuja origem precisa ser investigada, obrigou o adiamento por razões de segurança.

Apesar do lançamento já ter sido atrasado em 48 horas, Leinbach afirmou ao canal de televisão da Nasa que a nave não partirá "antes de 72 horas".

O diretor explicou que os erros foram detectados de última hora, durante os procedimentos de manutenção feitos antes do voo, e embora tenham sido feitas várias manobras para repará-los, não foi possível terminar tudo a tempo.

Apesar de o Endeavour ter três unidades de potência auxiliar, a Nasa ressalta que se trata de uma peça fundamental para os sistemas de controle e a aterrissagem da nave.

"Não poderíamos nos arriscar a sair apenas com um ou dois porque se perdermos um dos que estão bem, corremos um alto risco de que a unidade congele e não funcione", explicou.

A APU tem uma estrutura como a de um motor de avião, mas, ao contrário deste, sua função não é produzir propulsão, mas atuar como fonte de energia, e é uma peça fundamental para a volta dos astronautas à Terra.

Estava previsto que o presidente americano, Barack Obama, e sua família comparecessem ao lançamento. No entanto, para a Nasa, a segurança dos seis tripulantes vem antes de tudo.

"Este é nosso negócio, não voaremos até que a nave esteja preparada", afirmou Leinbach.

Os engenheiros da Nasa estão reunidos e as operações de reparação começarão na tarde desta sexta-feira, depois que o tanque de combustível externo for esvaziado, uma operação que durará mais de uma hora.

Mais conteúdo sobre:
EndeavourNasaprograma espacial

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.