Joseph Okanga/Reuters
Joseph Okanga/Reuters

Espírito Santo confirma primeira morte por malária em 2011

Vítima é uma mulher da cidade Águia Branca, no Noroeste do Estado; existem cerca de 240 milhões de casos da doença em todo o mundo

Priscila Trindade, Central de Notícias,

13 de setembro de 2011 | 18h02

SÃO PAULO - A Secretaria Estadual de Saúde do Espírito Santo confirmou a primeira morte por malária registrada neste ano. A informação foi divulgada nesta terça-feira, 13. A vítima é uma mulher da cidade Águia Branca, no Noroeste do Estado. A secretaria não soube informar a idade da mulher e nem quando ela contraiu a doença.

Atualmente, são registrados cerca de 240 milhões de casos de malária em todo o mundo, de acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). As regiões mais afetadas são a África, a América do Sul e a Ásia.

A malária é uma doença infecciosa aguda, causada por protozoários parasitas do gênero Plasmodium. Os criadouros preferenciais do mosquito transmissor são os igarapés, em razão da água limpa, sombreada e parada. Entre os sintomas mais comuns da doença estão dor de cabeça, dor no corpo, fraqueza, febre alta e calafrios.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.