Espírito Santo fará 'recall' de água mineral anterior ao dia 22

Lotes serão recolhidos porque fiscalização apontou que a captação e processamento da água eram inadequados

23 de novembro de 2007 | 17h30

A Secretaria de Saúde do Espírito Santo informa que considerará própria para consumo a água mineral do Estado envasada a partir de quinta-feira, 22. Lotes anteriores serão recolhidos.   De acordo com a secretaria, o chamado "marco zero" na produção de água mineral foi definido durante  audiência pública, realizada no prédio do Ministério Público, em Vitória. Uma fiscalização do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) indicou que as concessionárias não respeitavam os métodos adequados de captação e processamento de água.    De acordo com Termo de Adequação de Conduta (TAC) assinado na audiência, as concessionárias de exploração da água mineral realizarão um recall, envolvendo distribuidoras e consumidores, para recolher todos os lotes colocados no mercado até 22.   Toda água recolhida deve ser descartada ou receber a "destinação mais nobre possível". A forma de descarte ainda será definida pela secretaria e Instituto Estadual de Recursos Hídricos e Meio Ambiente (Iema).   A idéia é que após o total desabastecimento do mercado, as prateleiras sejam gradualmente reabastecidas com novos lotes devidamente validados. Cláusula do TAC afirma que "o recall promovido pelos proprietários das marcas não implica confissão nem o reconhecimento de encontrarem-se as águas contaminadas, e seu recolhimento decorre do dever de transparência imposto a todos os fornecedores do mercado de consumo".   O secretário de Estado da Saúde, Anselmo Tose, lembra que a Vigilância Sanitária estadual recolheu nove amostras de águas comercializadas: sete já foram analisadas, sem apresentar contaminação, segundo ele.   "Fizemos o que devia ser feito para assegurar a saúde da população. Havia dúvidas e determinamos que tudo fosse apreendido cautelarmente. Realizamos exames e eles confirmaram que a água estava potável. Essas empresas geram empregos e impostos aqui e temos que trabalhar juntos para realizar todas as adequações", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
água mineralespírito santoreacll

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.