Arquivo/AE
Arquivo/AE

Estação espacial corrige órbita para evitar colisão com lixo espacial

Segundo o centro de controle russo, ISS elevou órbita para 1,7 quilômetro, de modo a evitar atrito com um fragmento do satélite chinês Fengyun-1C

Efe,

29 de janeiro de 2012 | 12h24

A Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) elevou neste domingo, 29, sua órbita para 1,7 quilômetro para evitar a colisão com um fragmento do satélite meteorológico chinês Fengyun-1C, informou o Centro de Controle de Voos Espaciais (CCVE) da Rússia.

"A manobra foi realizada através dos motores de correção do módulo de serviço Zvezda. A altura média da órbita da estação é 391,6 quilômetros", disse um porta-voz do CCVE, citado pela agência "Interfax".

Os propulsores funcionaram em modo automático durante 64 segundos e aumentaram a velocidade da estação em um metro por segundo, acrescentou a fonte.

Após a correção da órbita de hoje, o CCVE decidiu cancelar sua elevação que estava prevista para o próximo dia 2 de fevereiro.

A tripulação atual da ISS é composta por seis astronautas: os russos Oleg Kononenko, Antonb Shkaplerov e Anatoli Ivanishin; os americanos Donald Pettit e Daniel Burbank, e o holandês André Kuipers, da Agência Espacial Europeia. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.