AMANDA PEROBELLI/ESTADAO
AMANDA PEROBELLI/ESTADAO

Estadão e FAAP promovem debate sobre causas e tratamentos da ansiedade

Evento acontece no dia 29 de maio, no auditório da FAAP, e terá entrada gratuita; saiba como se inscrever

Da Redação, São Paulo

16 de maio de 2019 | 10h00

A ansiedade, como ela se manifesta e como ela pode ser tratada, é o tema central de evento promovido pelo Estado em parceria com a Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP). O seminário Precisamos Falar Sobre Ansiedade será realizado no dia 29 de maio, das 9h30 às 12h30, no auditório da FAAP, em São Paulo. O evento contará com a participação de Leandro Karnal, historiador e colunista do Estadão.

 O evento será dividido em dois módulos. No primeiro painel, intitulado ‘Até Estourar’, especialistas da área da saúde discutem como a doença se manifesta, os meios de identificar o problema e o tratamento á disposição. Segundo explica o psiquiatra Daniel Martins de Barros, um dos participantes do evento e colunista do Estadão, a ansiedade é inerente a todo ser humano, mas precisa ser tratada quando foge do controle e o corpo dá sinais de desequilíbrio como, por exemplo, taquicardia, tremor, sudorese, dificuldade de pegar no sono e relaxar. 

 “Quando a pessoa é diagnosticada com um transtorno de ansiedade, o ideal é uma abordagem interdisciplinar que envolva tratamento médico, eventualmente com medicações, e com terapia, que ajudará a pessoa a dar sentido ao que está acontecendo e entender quais são seus gatilhos”, diz Martins de Barros.

 O segundo painel ‘A Sociedade Moderna e a Ansiedade’ debaterá qual o papel da ‘vida moderna’ na disseminação da ansiedade e como discutir o assunto em diferentes âmbitos como no trabalho, na escola ou em casa. Uma das hipóteses para o aumento do transtorno de ansiedade pode estar ligado à pressão excessiva sobre os jovens, de acordo com a psicóloga Rosely Sayão, outra debatedora confirmada para o evento. 

“Nós transformamos os jovens em mini adultos. O conceito de infância que havíamos criado foi se desconstruindo e hoje exigimos de crianças e adolescentes comportamentos e perspectivas de vida de um adulto. A ansiedade dos jovens está muito ligada às pressões, à exigência de êxito escolar e da possibilidade de um futuro bem-sucedido”, analisa a psicóloga Rosely Sayão.

 

Serviço:

Precisamos Falar Sobre Ansiedade

Onde: Auditório 1 da FAAP – Rua Alagoas, 903, Higienópolis, SP

Quando: 29/5, das 9h30 às 12h30

Informações: eventos.divulgação@faap.br

Inscrições estão encerradas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.