DANIEL TEIXEIRA/ESTADAO
DANIEL TEIXEIRA/ESTADAO

Estado confirma terceira morte por dengue na capital

Homem de 35 anos foi vítima de complicações da doença; antes, já haviam sido confirmadas as mortes de uma idosa e uma criança

Fabiana Cambricoli, O Estado de S.Paulo

20 Março 2015 | 17h39

SÃO PAULO - O Instituto Adolfo Lutz confirmou nesta sexta-feira, 20, a terceira morte por dengue na capital paulista. A vítima foi um homem de 35 anos, morador do bairro Pedreira, na zona sul da cidade.

Antes desse óbito, já haviam sido confirmadas as mortes de uma idosa de 84 anos moradora da Brasilândia (zona norte) e de um menino de 11 anos que vivia no Jardim Ângela (zona sul). No ano passado, a capital teve 14 vítimas fatais da doença.

De janeiro até 12 de março, a cidade contabilizou 2.339 casos confirmados de dengue, de acordo com dados da Secretaria Estadual da Saúde. São Paulo é a terceira cidade com o maior número de pessoas infectadas no ano, atrás de Sorocaba e Catanduva.

A secretaria informou que 66% dos mais de 56 mil casos casos confirmados no Estado neste ano estão concentrados em apenas 30 dos 645 municípios paulistas. Em menos de três meses, já são 67 mortes por complicações da doença. Em todo o ano passado, foram 90.

Mais conteúdo sobre:
dengue

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.