Marcelo Chello/CJPress
Marcelo Chello/CJPress

Estado de São Paulo tem recorde de mortes relacionadas ao coronavírus

Foram 136 mortes causadas pela covid-19 no Estado, sendo que 23 aconteceram nas últimas 24 horas

Redação, O Estado de S.Paulo

31 de março de 2020 | 17h40

O Estado de São Paulo registrou até as 16h desta terça-feira 136 mortes relacionadas ao novo coronavírus. Somente nesta terça foram 23 novos óbitos confirmados, o maior aumento já contabilizado, com quase uma confirmação por hora desde a última segunda. São 2.339 casos confirmados no Estado.

Agora, são 13 cidades de São Paulo com mortes, incluindo Campinas, no interior, e São Caetano do Sul, Santo André, Caieiras, na Grande São Paulo. Também já ocorreu pelo menos um óbito nos municípios de Vargem Grande Paulista, São Bernardo do Campo, Guarulhos, Taboão da Serra, Embu das Artes, Sorocaba, Osasco, e Ribeirão Preto. Até o meio da semana passada, apenas a capital registrava óbitos relacionados à covid-19.

Os 23 novos mortos são 13 mulheres e dez homens. Entre as vítimas femininas, duas eram adultas de 42 e 54 anos, com comorbidades que, assim como os idosos, representam grupo mais vulnerável a complicações da covid-19. As outras 11 mulheres tinham 69, 85, 86, 76, 84, 72, 64, 81, duas de 65 e 68 anos.

No grupo masculino, estão inclusos um de 43 anos com comorbidades e outros dez com idades de 66, 79, 86, 89, 68, 90, 83, 78 e 63 anos. Ou seja, todas as mortes foram de pessoas que estão no grupo de risco - com comorbidades ou acima de 60 anos.

Ao todo no Brasil são 201 mortes e 5.717  casos confirmados da covid-19, de acordo com dados atualizados pelo Ministério da Saúde nesta terça-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.