Estado do Rio indenizará idoso com problemas de ereção

Aposentado apresentou disfunção erétil após se submeter a um teste em instituto de pesquisa estadual

Central de Notícias,

03 Dezembro 2009 | 15h26

Um aposentado, de 56 anos, receberá R$ 20 mil de indenização do Estado do Rio após ter se submetido a teste de ereção no Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia Luiz Capriglione, no centro da cidade.

 

Segundo os autos, devido a um efeito colateral provocado pela medicação usada no teste, o autor da ação, que se queixava de disfunção erétil, terá que recorrer a um implante de prótese peniana para voltar a ter uma vida sexual normal.

 

O Estado alegou que a culpa no episódio é exclusivamente do aposentado, porque ele demorou a procurar um hospital ao apresentar complicações.

 

Para o relator do processo, desembargador Nascimento Póvoas, não houve equívoco por parte da equipe médica na determinação do tratamento, mas o paciente deveria ter sido alertado pelos médicos sobre os possíveis riscos do exame antes da intervenção.

Mais conteúdo sobre:
indenizaçao Rio de Janeiro idoso ereçao

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.