David Ryder/ Reuters - 24/4/2020
David Ryder/ Reuters - 24/4/2020

Estado do Rio tem 2.209 profissionais de saúde afastados por covid-19

Número diz respeito a funcionários que atuam nas redes públicas de saúde do Estado e também da capital fluminense

Marcio Dolzan, O Estado de S.Paulo

30 de abril de 2020 | 12h38

RIO - O Estado do Rio tem 2.209 profissionais de saúde afastados de suas funções por terem contraído ou estarem com suspeita do novo coronavírus. O número diz respeito a profissionais que atuam nas redes públicas de saúde do estado e também da capital fluminense.

Segundo levantamento da Secretaria Estadual de Saúde (SES), 1.169 profissionais estão afastados. O número representa 6% da força de trabalho na saúde na rede estadual. A maior incidência está no Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio. Na unidade, 175 funcionários já foram afastados, entre médicos, enfermeiros e técnicos.

Na capital, dados da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) apontam que 1.040 profissionais estão de licença por estarem com suspeita ou confirmação de covid-19. Além deles, outros 277 estão afastados das funções por terem 60 anos ou mais. No total, 2,9% dos 45 mil funcionários que trabalham em unidades municipais de saúde estão afastados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.