Bê CAVIQUIOLI/FUTURA PRESS
Bê CAVIQUIOLI/FUTURA PRESS

Estado libera para outras cidades 'mini-lockdown' adotado em Rio Preto

Nesse sistema, comércio e serviços não essenciais podem funcionar durante seis horas por dia, duas a mais que o previsto no Plano São Paulo, mas apenas de quarta-feira a sábado

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

02 de julho de 2020 | 21h58

SOROCABA – O "mini-lockdown" criado pela prefeitura de São José do Rio Preto, no interior paulista, poderá ser adotado por outras cidades do Interior que estejam na fase laranja (2) do Plano São Paulo de reabertura da economia. Nesse sistema, o comércio e serviços não essenciais podem funcionar durante seis horas por dia, duas a mais que o previsto no Plano São Paulo, mas apenas de quarta-feira a sábado. De domingo a terça-feira, os não essenciais fecham e funcionam apenas os serviços indispensáveis.

O plano de Rio Preto foi aprovado pelo governo estadual na última sexta-feira, 26, e está em vigor na cidade desde o dia seguinte. O secretário de Desenvolvimento Regional do Estado, Marco Vinholi, disse que o chamado "mini-lockdown" está em consonância com o plano estadual e pode ser adotado pelos municípios que se interessarem, desde que estejam na mesma fase. “Recebemos inúmeros pedidos de alteração do plano São Paulo e o plano apresentado por Rio Preto foi aprovado e poderá ser utilizado por todos os municípios que estão na mesma fase, a 2 – laranja. O plano passou pelo crivo do governador e do Conselho Estadual de Combate ao Coronavírus”, disse Vinholi.

O secretário participou de videoconferência, nesta quinta-feira, 2, reunindo 16 prefeitos da região. “Alguns me consultaram e pensam em aderir ao modelo”, afirmou o prefeito de Rio Preto, Edinho Araújo (MDB). Ele disse que, apesar de ser recente, o novo plano apresenta resultados expressivos. “Nesses primeiros dias, o transporte público computou sete mil pessoas a menos circulando pela cidade, o que significa que o isolamento social foi ampliado. Precisamos que as pessoas se conscientizem e nos ajudem para que progridamos mais e, também, para evitar mais mortes”, disse. Nesta quinta, São José do Rio Preto chegou a 2.932 casos e 84 mortes pelo coronavírus.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.