Ebrahim Noroozi/AP
Ebrahim Noroozi/AP

Estados Unidos testam vacina para novo coronavírus

Primeiro participante do experimento é um americano que foi repatriado após ter sido colocado em quarentena no navio de cruzeiro Diamond Princess

Redação, O Estado de S.Paulo

25 de fevereiro de 2020 | 23h55

Autoridades de saúde dos Estados Unidos disseram ontem que começaram experimentos clínicos para testar o medicamento antiviral da Gilead Sciences, o remdesivir, em pacientes hospitalizados com o novo coronavírus.

O primeiro participante do experimento é um americano que foi repatriado após ter sido colocado em quarentena no navio de cruzeiro Diamond Princess, que ficou isolado no Japão, e o estudo está sendo conduzido no Centro Médico da Universidade de Nebraska em Omaha, conforme o National Institutes of Health (NIH).

Ainda ontem, a farmacêutica Moderna informou que mandou frascos da vacina experimental contra o coronavírus chamada ARNm-1273 para o NIH em Bethesda, no Estado de Maryland. 

Ao todo são onze países com casos confirmados da doença Covid-19, são eles: Itália, Áustria, Croácia, Espanha, Suiça, França, Alemanha, Bélgica, Suécia, Inglaterra e Finlândia. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.