Estudo aponta níveis de chumbo em artigos de páscoa nos EUA

Ovos de páscoa de plástico têm índices acima da média; elemento pode causar sérios danos no cérebro

Associated Press,

18 de março de 2008 | 11h05

Após a descoberta de níveis tóxicos em jóias de brinquedo, foram encontrados riscos semelhantes em itens de páscoa, como os ovos de plástico. Treze dos 45 artigos comprados das prateleiras, testados pelos estudantes da Universidade de Ashland, continham chumbo em sua pintura, informou o professor Jeffrey D. Weidenhamer, que faz do teste de brinquedos uma tradição entre seus alunos. O chumbo, um elemento altamente tóxico, pode causar sérios danos no cérebro, especialmente em crianças. Há dois anos, o professor e seus alunos divulgaram um estudo apontando que brinquedos comuns, a maior parte feita na China, possuíam um nível perigoso de chumbo. "Isso (a nova descoberta) certamente mostra que o problema continua", afirmou Weidenhamer. Na pesquisa, o maior nível de chumbo foi encontrado nos ovos de páscoa de plástico, que normalmente são usados na decoração das casas, excede o índice recomendado pelo governo, de 0,06%. A rede de lojas onde os ovos estavam sendo vendidos, Hobby Lobby, declarou que pediu à suas lojas que recolha o item das prateleiras. O Congresso americano se manifestou sobre o problema, pedindo à legislação o banimento o chumbo nos brinquedos. Cerca de 310 mil crianças americanas, de idades entre 1 a 5 anos, possuem elevados níveis de chumbo no sangue, necessitando de tratamento e outras medidas, de acordo com o Centro de Controle de Doenças e Prevenção dos EUA. A maior parte das crianças adquire o elemento químico dos chips e da poeira de prédios antigos.

Tudo o que sabemos sobre:
chumbobrinquedosEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.