Estudo em ratos pode ajudar na infertilidade humana

Pesquisadores no Japão usaram células-tronco embrionárias de ratos para produzir espermas saudáveis desse animais em recipientes de laboratório, uma iniciativa que poderia ajudar no tratamento da infertilidade humana.

TAN EE LYN, REUTERS

05 Agosto 2011 | 14h19

A descoberta, divulgada na publicação científica Cell, marca um novo passo no uso de células-tronco na medicina regenerativa.

As células-tronco são as células-mãe do corpo e fonte de todas as células e tecidos. Como podem se transformar em diferentes tipos de células, e se multiplicar, os especialistas esperam poder aproveitá-las para tratar doenças e disfunções, incluindo câncer e diabetes.

Cientistas da Universidade de Kyoto removeram células-tronco de embriões de ratos e conseguiram conduzi-las para um tipo de célula precursora conhecida por crescer tanto em óvulos como esperma de ratos.

Então, eles transplantaram essas células para testes de camundongos machos inférteis - que aparentemente foram levados a produzir esperma saudável. Os espermas foram removidos diretamente dos testes e fertilizados com óvulos (nos recipientes de laboratório), disse o líder do estudo, Mitinori Saitou, professor da Universidade de Kyoto.

"Depois da inseminação, fizemos dois conjuntos de embriões que foram transferidos para os úteros de fêmeas adotivas e, então, resultaram em camundongos saudáveis (que depois reproduziram normalmente)."

CRIAÇÃO DE ESPERMA HUMANO

O experimento mostrou aos cientistas como podem preparar células precursoras para eventualmente se transformarem em esperma ou óvulo.

"Temos um material enorme para trabalhar agora e... nós podemos acelerar nosso estudo na direção da causa da infertilidade humana," afirmou Saitou à Reuters por telefone.

A equipe de Saitou acredita que possa ser viável usar células-tronco de humanos adultos para produzir esperma humano.

"Nós possivelmente poderemos usar este conhecimento para induzir células germinativas primordiais de humanos (células que se transformam em óvulos ou esperma)", disse ele.

Segundo Saitou, será necessário realizar mais estudos por causa do abismo entre pesquisas com animais e humanos.

No momento, a equipe está tentando repetir sua proeza produzindo óvulos de ratos usando células-tronco, disse ele.

Mais conteúdo sobre:
CIENCIA FERTILIDADE ESPERMA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.