Estudo faz universitários alemães viverem como gladiadores por 14 dias

Vinte estudantes simularão na Áustria a vida de um lutador, desde alimentação até acomodações romanas

Efe

02 de agosto de 2010 | 17h24

'Gladiadores' terão treino reservado pela manhã. Foto: Lisi Niesner/Reuters

 

Vinte estudantes da Universidade de Regensburg, na Alemanha, começaram nesta segunda-feira, 2, a treinar no anfiteatro romano do município de Bad Deutsch-Altenburg, na Áustria, para participar de um projeto que estudará durante duas semanas a vida de um gladiador, desde a alimentação até as acomodações do tempo do Império Romano.

 

Foto: Lisi Niesner/Reuters

 

A parte prática teve início nesta segunda e vai até o dia 15. Segundo a administração local, durante a manhã os "gladiadores" terão um treinamento reservado e, à tarde, crianças poderão participar (como se fossem futuros lutadores).

 

Foto: Georg Hochmuth/Efe

 

Vence as disputas aquele que mostrar as melhores habilidades. O objetivo do estudo, que reúne os departamentos de História e Ciência do Esporte da universidade, é entender melhor o efeito das técnicas de treinamento dos gladiadores romanos, da alimentação especial e das disputas com o pesado equipamento, e aproximá-lo das técnicas modernas.

 

Foto: Lisi Niesner/Reuters

No fim do dia, os visitantes podem ter a chance de experimentar o equipamento, praticar e assistir às disputas dos "gladiadores".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.