EUA enfrenta surto de doenças por salmonela

Diversos estados americanos já recolheram cerca de 380 milhões de ovos de supermercados

Associated Press

19 de agosto de 2010 | 11h37

ATLANTA - Várias centenas de pessoas adoeceram por um surto de salmonela ligado a ovos em pelo menos três estados, disseram autoridades ao mesmo tempo em que retiraram do mercado 380 milhões de peças do alimento que é básico para a maioria dos lares americanos.

 

O Centro Federal de Prevenção e Controle de Doenças está trabalhando com os departamentos estatais de saúde para investigar a situação. Não há relatos de mortes, disse o epidemiologista Christopher Braden, envolvido na entidade conhecida como CDC que participa da investigação

No início, foram retirados 228 milhões de ovos, o número equivalente a quase 32 milhões de caixas de uma dúzia de peças.

 

As autoridades do estado de Minnesota, uma das regiões com os melhores estudiosos de doenças transmitidas por alimentos, consideraram pelo menos sete casos de salmonela estão ligado aos ovos.

 

Outros estados têm visto um aumento considerável da presença da bactéria da salmonela. A Califórnia tem 266 casos registrados de pacientes desde junho e acredita que muitos estão associados com os ovos. O estado do Colorado detectou 28 casos entre junho e julho, o que representa quatro vezes o número habitual. Em outros estados como Arizona, Nevada, Illinois, Texas e Wisconsin foram relatados algumas séries de casos possíveis.

 

Salmonella é o tipo mais comum de contaminação bacteriana em alimentos. E a cepa encontrada no foco são as causas mais comuns para quase 20% dos casos de salmonelose.

Tudo o que sabemos sobre:
SamonelaEUAovosbactéria

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.