EUA: Remédio para diabetes causaria inflamação do pâncreas

FDA recebeu informação de 6 casos de hemorragias ou necrose pancreática em pacientes que tomam Byetta

Efe,

19 de agosto de 2008 | 02h22

A Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA, em inglês) advertiu nesta segunda-feira, 18, sobre casos de uma perigosa inflamação do pâncreas em pacientes que tomam o remédio contra diabetes Byetta, da marca Amylin Pharmaceuticals.   A FDA explicou que recebeu informação de seis casos de hemorragias ou necrose pancreática que necessitarão de hospitalização, sendo que dois dos pacientes morreram.   A agência trabalha com a Amylin, que comercializa Byetta junto com a indústria Eli Lilly, em novos rótulos de informação para a embalagem do remédio para que sejam "mais contundentes e mais chamativas".   A advertência da FDA ocorre quase um ano depois da descoberta 30 casos de pancreatite em pacientes que tomavam Byetta.   Byetta começou a ser vendido em meados de 2005 e foi considerado um dos mais promissores remédios contra diabetes, dado que ajuda pacientes com diabetes do tipo II a perder peso.   A FDA recomendou que os médicos suspendessem o tratamento de seus pacientes com este remédio, caso haja suspeita de pancreatite, e que pacientes com histórico dessa doença recebam um tratamento alternativo, sem o remédio.

Tudo o que sabemos sobre:
pâncreasdiabetesinflamação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.