EUA retiram do mercado 500 remédios contra tosse, resfriado e alergia

Washington, 2 mar (EFE).- O Governo dos Estados Unidos ordenou nesta quarta-feira a retirada do mercado de cerca de 500 remédios não aprovados para o tratamento da tosse, resfriados e alergias, e iniciou ações contra seus fabricantes e distribuidores.

EFE,

02 Março 2011 | 17h25

"A retirada do mercado destes produtos não aprovados reduzirá os riscos para os consumidores", disse Deborah Autor, da agência reguladora de alimentos e medicamentos (FDA, na sigla em inglês).

Estes compostos, não aprovados, não foram avaliados pelas autoridades, por isso não está avalizada nem sua segurança, nem sua eficácia e qualidade, assinalou um comunicado da agência, que indica que os consumidores correm riscos maiores quando usam produtos que não têm a aprovação da FDA.

"Há muitos produtos aprovados pela FDA que são vendidos com receita e também produtos apropriados que são vendidos sem receita e estão disponíveis para o tratamento da tosse, resfriados e sintomas de alergias", explicou Deborah.

A FDA notificou que as empresas fabricantes de produtos que já estavam em listas anteriores da agência devem deixar de produzi-los em 90 dias.

As companhias que fabricam os produtos acrescentados à lista nesta quarta-feira devem interromper a produção e distribuição imediatamente.

Mais conteúdo sobre:
remédioFDA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.