Europa não vai mais contar número de casos da gripe

Testes clínicos com a vacina, realizados em adultos, devem estar concluídos no final de setembro

AE, Agencia Estado

01 Setembro 2009 | 18h23

Casos de gripe voltam ao normal no hemisfério sul, diz OMSA União Europeia (UE) não vai mais publicar dados semanais sobre os infectados pela gripe suína, disse hoje Zsuzsanna Jakab, diretora do Centro Europeu para Controle e Prevenção de Doenças. "Os países com os maiores surtos simplesmente pararam que contar os doentes", disse ela. Até agora, o número de casos confirmados da nova gripe na Europa já havia ultrapassado 46 mil.

Zsuzsanna disse que o registro de 104 mortos reflete apenas uma parte das mortes realmente causadas pelo vírus A H1N1. "Nós precisamos fazer estudos sobre a mortalidade para termos um cenário correto", disse ela. Zsuzsanna também disse que vê a doença como uma "pandemia moderada, mas não uma pandemia inofensiva" e advertiu que, nos próximos meses, um porcentual de até 30% da população pode ser afetada, pressionando os serviços de saúde.

Zsuzsanna disse que testes clínicos com a vacina, que estão sendo realizados em adultos, devem estar concluídos no final de setembro ou início de outubro, e a autorização para comercialização não deve ser concedida até o final de outubro. Não há planos para a realização de testes clínicos em grupos de alto risco como crianças e mulheres grávidas. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
gripe suínaEuropacontagem

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.