Sérgio Castro/Estadão
Sérgio Castro/Estadão

Ex-prefeito morre com suspeita de dengue hemorrágica em Guaraçaí

Ex-prefeito de Guaraçaí, Habbib Asseis, de 86 anos, administrou a cidade durante três mandatos

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

15 de fevereiro de 2019 | 23h58

SOROCABA - Um laudo médico apontou como dengue hemorrágica a causa da morte ex-prefeito de Guaraçaí, Habbib Asseis, de 86 anos, que administrou a cidade durante três mandatos. O ex-prefeito morreu na quarta-feira, 13, depois de permanecer internado na Santa Casa de Araçatuba.

O corpo foi sepultado na quinta-feira, 14, em Guaraçaí. O atestado de óbito aponta a dengue como causa da morte, mas a Secretaria de Saúde do município informou que ainda aguarda o resultado de exames para a confirmação da causa. O município vive uma epidemia de dengue, com 138 casos confirmados este ano.

Em Araraquara, uma mulher de 65 anos morreu com suspeita de dengue nesta sexta-feira, 15. Conforme a prefeitura, Angela Santos estava internada no Hospital São Paulo, onde foi diagnosticada com a doença. Amostras foram enviadas ao Instituto Adolfo Lutz para a confirmação da causa.

É a segunda morte suspeita registrada este ano na cidade, que vive uma epidemia de dengue, com 1.273 casos confirmados. No último dia 10, uma jovem de 28 anos morreu no mesmo hospital com sintomas.

Na região, circula o sorotipo 2 do vírus que, ao infectar pessoa que já teve a dengue causada por outro tipo de vírus, faz com que os sintomas sejam mais graves.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.