Ex-presidente da Companhia Energética de Brasília é internado em estado grave com coronavírus

Rogério Villas Boas e a sua esposa, Marcela Villas Boas, foram diagnosticados com o novo coronavírus

Rafael Moraes Moura, O Estado de S.Paulo

16 de março de 2020 | 02h26

BRASÍLIA - Depois de viajar para a Europa, o ex-presidente da Companhia Energética de Brasília (CEB)Rogério Villas Boas, foi internado em um hospital de Brasília em estado grave. Villas Boas e a sua mulher, Marcela Villas Boas, foram diagnosticados com o novo coronavírus - os dois casos foram incluídos na contagem do governo do Distrito Federal de 14 pessoas infectadas.

Procurado pelo Estado, o Hospital Santa Lúcia informou que, em casos epidemiológicos e de sigilo médico, a unidade médica não pode comentar o caso. A reportagem apurou que a família pediu siligo.

Os 14 casos de infecção registrados no DF até agora são de pessoas que viajaram para fora do Brasil. Nesse domingo, 15, o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) informou que quatro integrantes da equipe de apoio do voo que levou o presidente Jair Bolsonaro aos Estados Unidos, na semana passada, testaram positivo para o coronavírus. O Ministério das Relações Exteriores também confirmou que chefe do cerimonial do Itamaraty, Alan Coelho de Séllos, também está infectado com a Covid-19.

Suspensão

Depois de ampliar o prazo de fechamento de escolas por causa do avanço do coronavírus no País, o governador Ibaneis Rocha estendeu nesse domingo a medida também para academias de esporte de todas as modalidades e museus do Distrito Federal. Com um novo decreto publicado hoje, esses estabelecimentos também ficam com as atividades suspensas pelo prazo de 15 dias, a partir desta segunda-feira, 16.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.