Exames de gripe devem sair sábado; País tem 21 suspeitos

São considerados suspeitos casos com sintomas compatíveis com a doença provenientes de países afetados

Lígia Formenti e Fabiana Marchezi, Agencia Estado e Central de Notícias

07 Maio 2009 | 13h28

OMS recomenda cautela com carne de porcos contaminadosComeçam a ser feitos nesta quinta-feira, 7, os testes nos pacientes com suspeita de terem contraído a gripe A (H1N1), informou hoje o ministro da Saúde, José Gomes Temporão. Trata-se da influenza surgida no México e chamada originalmente de gripe suína. O ministro informou que os primeiros resultados serão divulgados em três dias. Atualmente, o MInistério da Saúde contabiliza 21 casos suspeitos.

 

Veja também

especial Mapa: veja como a gripe está se espalhando

especialEntenda a gripe suína: perguntas e respostas 

video Infectologista esclarece cuidados que serão tomados 

mais imagens Veja galeria de fotos da gripe suína pelo mundo   

som 'Meios de transportes facilitam a propagação'

documento Folheto oficial do Ministério da Saúde  

 

  "É preciso ter paciência. Sábado, tão logo os resultados fiquem prontos, faremos a divulgação", disse o ministro. De acordo com ele, todos os pacientes acompanhados estão em excelente situação de saúde.

 

Os kits de diagnóstico chegaram na quarta-feira e foram encaminhados aos laboratórios Adolfo Lutz, em São Paulo, e Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro. O material, disse o ministro, será usado pelos centros de pesquisa para o desenvolvimento de uma metodologia própria e de novos kits. "A partir de agora, toda a organização do trabalho está normalizada", completou.

Temporão disse que a estratégia de prevenção da doença no País será mantida. Questionado se a confirmação da infecção pelo H1N1 poderá alterar a estratégia, ele disse: "Vamos aguardar primeiro os resultados." E acrescentou: "O País está preparado para tudo. Isso é o mais importante."

 

Suspeitos no Brasil

Os 21 casos suspeitos no País, segundo boletim divulgado no início desta tarde, distribuem-se da seguinte forma: São Paulo (4), Paraná (3), Rio de Janeiro (3), Distrito Federal (2), Goiás (2), Santa Catarina (2), Mato Grosso do Sul (1), Minas Gerais (1), Paraíba (1), Pernambuco (1) e Rondônia (1). Outros 73 casos foram descartados.

 

Além desses, 20 casos estão em monitoramento em oito Estados: Minas Gerais, com 6 casos; São Paulo, com 5; Bahia, Ceará e Rio Grande do Norte, com 2 casos cada um; Mato Grosso do Sul, Paraíba e Rio de Janeiro, com 1 caso cada um. Outros 110 casos foram descartados.

 

São consideradas suspeitas de ter a doença pessoas provenientes de qualquer área dos países com confirmação de casos que apresentem sintomas da gripe H1N1 ou que tenham tido contato próximo com pessoas infectadas.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.