Exames descartam gripe aviária na Noruega

Exames feitos em aves silvestres mortas encontradas na região de Rogaland, no sudoeste da Noruega, não indicaram a presença da variedade de gripe aviária H5, afirmou uma diretora do Instituto Veterinário da Noruega hoje. O Departamento Alimentício e de Segurança teme que 15 aves encontradas perto de um lago na região de Sandnes tenham sido vítimas do vírus letal H5N1, variedade letal da gripe que poderá sofrer mutação para uma forma facilmente transmissível entre humanos. Mas Jorun Jarp, diretora do setor de saúde animal do instituto, disse que até foi levada em conta a possibilidade de as aves terem morrido devido às condições precárias de saúde. Níveis recordes de neve cobriram as áreas de alimentação de ração, ela disse. "Estamos satisfeitos com os testes", disse Jarp. A Noruega está livre até o momento do vírus H5, mas o risco de disseminação da doença entre aves ainda é alto por causa da rota das aves migratórias, que passam pelo sul do país.

Agencia Estado,

10 de março de 2006 | 09h56

Tudo o que sabemos sobre:
notícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.