Reuters/DARPA/Divulgação
Reuters/DARPA/Divulgação

Exército dos EUA perde contato com avião de teste supersônico

Aeronave experimental foi projetada para planar a uma velocidade 20 vezes superior à do som

REUTERS

11 Agosto 2011 | 17h32

Uma aeronave experimental não tripulada, projetada para planar na camada superior da atmosfera a uma velocidade 20 vezes superior à do som, perdeu contato com o controle em terra durante seu segundo voo de teste nesta quinta-feira, afirmou uma agência do Pentágono.

A Falcon HTV-2 foi lançada da Base Aérea de Vandenberg, na Califórnia, em um foguete e se separou com sucesso do veículo de lançamento, afirmou a agência de pesquisas e projetos avançados de defesa.

O avião em forma de ponta de flecha era esperado para se separar do foguete perto do pico de sua ascensão e planar de volta à Terra, atingindo velocidade hipersônica antes de mergulhar no oceano Pacífico, de acordo com um cronograma postado na Internet.

Depois de 10 minutos do início do voo, a agência informou pelo Twitter que a missão estava "em andamento, entrando na fase de deslizamento". Mas 26 minutos depois, a agência disse que suas estações de monitoramento haviam perdido contato com o planador.

A perda de comunicação nas fases finais do teste foi um fracasso para a agência. Durante o primeiro voo experimental feito em abril, pesquisadores perderam contato com o veículo após nove minutos de voo.

A aeronave HTV-2 é parte dos esforços do Departamento de Defesa para construir o que chama de um aparelho que seria capaz de atingir alvos no mundo dentro de uma hora com ogivas nucleares ou convencionais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.